Segunda, Outubro 26, 2020
Follow Us
Sons de Morte e os AIs - zeroxerobuck

1 de outubro de 2020, 12h07

Ai américa, Ai América

Lamento em meu espírito pelos pequeninos inocentes que você traiu com suas escolhas egoístas e “direitos” de massacrá-los no ventre de suas próprias mães.

Lamento pelas crianças e jovens que em breve perderão a vida porque você rejeitou o temor do Senhor em tudo o que pensa, diz e faz.

Lamento pelos jovens pais que morrerão de fome e serão mortos por exércitos invasores porque esta nação se tornou uma ofensa olfativa impenitente a Deus.

Lamento pelas famílias que não têm futuro porque seu futuro foi desperdiçado em guerras sem fim e dívidas esmagadoras que os impedem de se preparar para condições de sobrevivência.

Lamento por aqueles que passaram suas vidas se preparando para seus anos de aposentadoria apenas para enfrentar o colapso financeiro que vai custar tudo pelo que trabalharam e economizaram e em breve os forçará a mendigar por migalhas de pão.

Lamento pelos idosos que buscarão a morte e não a encontrarão em tempos de fome inimaginável, desespero, desespero e depressão que virão ao ver pilhas de corpos nas ruas dos afortunados cujo sofrimento acabou.

Lamento por aqueles que serão forçados a comer os corpos de seus próprios filhos e seus amados animais de estimação apenas para sobreviver alguns dias.

Eu sofro por mim mesmo, pois meus próprios parentes e familiares continuam em rebelião contra a soberania de Deus.

Eu sofro pelo coração partido de Jesus acima de tudo. Que o Deus Todo-Poderoso tenha misericórdia daqueles que o amam e temem nos dias da destruição de Babilônia, a Grande.

Querido Jesus, YAHWEH SALVADOR, meu Deus, Santo, justo, justo e verdadeiro.

Como posso continuar na lacuna entre sua raiva e aqueles que o provocam enquanto usurpam seu poder, planos e majestade, enquanto se exaltam? Eu sei que o inferno tem limites infinitos e bilhões optam por passar a eternidade fora de sua presença sagrada.

Ai daqueles que abortaram seus filhos.

Ai daqueles que se recusam a se curvar diante de você nesta vida, porque serão forçados a fazê-lo no seu tribunal, pouco antes de serem lançados no lago de fogo pela eternidade.

Ai daqueles que têm vergonha de você.

Ai do hipócrita.

Ai do arrogante, orgulhoso e arrogante.

Ai dos sexualmente imorais.

Ai daqueles que tropeçam a outros com sua retórica política que não reconhece o reino de nosso Deus e de seu Cristo.

Ai daqueles que pregaram 'ganho é piedade'.

Ai daqueles que tropeçaram nas crianças.

Ai daqueles que acreditaram nas mentiras de Satanás e apoiaram o poderio militar cruel às custas dos estômagos famintos de crianças inocentes e das almas daqueles que são massacrados sem justa causa em todo o mundo.

Ai daqueles que não conhecem sua bondade e sua severidade.

Ai daqueles que se rebelam contra você.

Ai de seus servos que serão massacrados por odiadores de Cristo.

Ai de Babilônia, a Grande, lar de todas as aves imundas, pássaros imundos e um refúgio para todos os demônios odiosos.

Ai da réproba Babilônia, cujos pecados alcançaram Deus. Não há remédio. Não há arrependimento. Não há remorso. Não há justiça. Não há como abandonar o pecado.

Ai daquela grande cidade que engana o mundo inteiro com suas feitiçarias e pecado.

Ai daquela grande nação. Babilônia será um espanto, uma palavra de ordem, um assobio e um monte de ruínas sem vida, cuja glória não será mais lembrada.

Ai daqueles que devem fugir no inverno.

Ai de mim, pois estou arruinado por aquilo que sei de antemão que virá. Que meus dias sejam poucos. Deixe meu nome indigno em seu livro da vida e meus pecados de cor escarlate serem cobertos pelo sangue purificador de Jesus até que você me chame de casa para você.

Está na hora, padre. Deixe seus julgamentos começarem. Oro para que haja um reavivamento de arrependimento e santidade na terra enquanto o martelo do seu julgamento cai com finalidade. Fomos avisados, mas em vez de acatar suas advertências, zombamos de você e nos exaltamos. Não temos desculpa. Destrua-nos antes que destruamos toda a vida na terra.

Tem misericórdia, ó Deus, daqueles que têm fome e sede de ti, da tua retidão, justiça
e do teu reino na terra como no céu. Oro para que você se lembre de sua misericórdia que se alegra com o julgamento quando sua raiva incomensurável contra a América, Babilônia, a Grande, é desencadeada.

Em nome de Jesus.

Amém

Apocalipse 18

-
Publicado em inglês por 444 Prophecy News:
Greif e Woes - zeroxerobuck

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Log in or Sign up

DMC Firewall is a Joomla Security extension!